lesão no menisco

Saiba como é o pós-operatório de lesão no menisco

Dentro da estrutura ortomuscular do joelho, está o menisco, uma espécie de amortecedor localizado entre a tíbia e o fêmur. Quando ele se rompe, seja por uma entorse do joelho ou pelo desgaste por causa de muita sobrecarga, principalmente por aqueles que o mantém flexionado por muito tempo, acontece a lesão no menisco.

Sem dúvidas, essa é uma lesão muito dolorosa, uma vez que o menisco fica preso entre os ossos. Dependendo da extensão dos danos causados, a melhor solução está na cirurgia corretora, sendo a artroscopia um método pouco invasivo e de simples recuperação.

O pós-operatório, no entanto, deve ser cercado de cuidados para favorecer um restabelecimento pleno e sem dores. Saiba mais!

Entenda as etapas do pós-operatório nas semanas seguintes à cirurgia

Nos dias que sucedem a cirurgia, o paciente deve permanecer por três deles sem tocar o pé, do joelho lesionado, no chão. Entretanto, quando realizada de maneira correta, ele pode caminhar com o auxílio de muletas.

O importante está em observar que o deslocamento, nesse primeiro momento, deve ser feito somente em casos de necessidade. O melhor é manter o joelho em repouso e delicadamente dobrar e estender o joelho, como forma de estimulá-lo. Não se pode esquecer, ainda, de aplicar gelo três vezes ao dia durante vinte minutos, ou conforme a recomendação médica.

Assim que se completar uma semana da cirurgia de tratamento de lesão no menisco, o paciente deve retornar ao médico para a retirada dos pontos. A fisioterapia é receitada para trabalhar o pronto movimento do joelho, de forma com que ele consiga dobrar e estender completamente e sem dores. Recomenda-se começar a caminhar colocando o apoio no lado que foi operado. Em caso de inchaços, é preciso continuar administrando gelo.

Nas próximas duas e três semanas de pós-operatório, o médico recomenda uma nova fisioterapia, agora voltada para o reforço muscular. Sendo o quadro progressivamente positivo, o paciente será liberado para retornar às suas atividades físicas comuns e a caminhar normalmente.

O importante é que todo esse processo de recuperação durante as semanas seja orientado pelos médicos e sob os cuidados dos fisioterapeutas. A lesão no menisco é séria e, para que não haja reincidência, todas as recomendações devem ser seguidas.

Outros cuidados a serem tomados durante o período pós-operatório

Durante o processo de restabelecimento, o paciente pode desenvolver quadros de febre, calafrios, calor persistente ou vermelhidão ao redor do joelho, além de dores e inchaços na região.

Para esses casos, o médico recomenda o uso de medicamentos analgésicos e anti-inflamatórios. Contudo, se o quadro evoluir para infecção e acúmulo de sangue no joelho, o cirurgião ortopedista deve ser consultado imediatamente.

É importante frisar que, na ocorrência de lesão no menisco, um pedaço dele acaba sendo retirado durante a cirurgia e não se coloca nada no lugar. Assim, aumentam-se os riscos de uma possível artrose do joelho, porém existem métodos e tratamentos a serem adotados para evitar que ela ocorra.

O próprio médico ortopédico orienta o paciente a respeito disso, além de afirmar que a observância e realização de um pós-operatório evita que aconteça.

Quer saber mais? Estou à disposição para solucionar qualquer dúvida que você possa ter, e ficarei muito feliz em responder aos seus comentários sobre este assunto. Leia outros artigos e conheça mais do meu trabalho como ortopedista em Aracaju.

Comentários
Dr. Ronald Barreto

Posted by Dr. Ronald Barreto