Controle avançado de dor persistente

Neste vídeo você pode conhecer um pouco mais sobre o trabalho do Dr. Ronald Barreto, MD, PhD e o modo diferenciado de como ele aborda as dores persistentes!

Para mais informações sobre manejo avançado de dor persistente em joelho, quadril, coluna ou ombro, basta preencher os dados a seguir.
"Não é só tratar o joelho ou a coluna é melhorar a qualidade de vida e resgatar a liberdade e autonomia em fazer o que gosta"
                                   
 Ronald Barreto, MD, PhD

Sentindo o joelho?


Dor no joelho há muitos anos

Você já sente algo que te incomoda, mas nunca procurou se tratar ou outros tratamentos não resolveram.


Dores no joelho ao correr

Basta começar a correr e o joelho te deixa na mão e impede de realizar o exercício que tanto gostaria de fazer.


Joelho começou a entortar

Por algum motivo, o seu joelho entortou e você ainda não correu atrás de entender o que está acontecendo com ele.


Torceu o joelho

Ao jogar bola ou praticar algum esporte, você deu uma torcida forte no joelho. E ele inclusive ficou um pouco dolorido.



Sentindo dor nas costas?




Dores na coluna de longa data

Tem um histórico antigo de uso de remédios e de fisioterapia mas sem melhora do quadro.

Deu um jeito na coluna

Sua coluna começou a doer após carregar algum peso ou algum movimento brusco.

Dor na coluna arrastada

Você já sente um incômodo na coluna há anos, mas nunca procurou se tratar.

Hérnia vem piorando

Tem o diagnóstico de hérnia na coluna e piorou da dor ou ela foi para as pernas

Sentindo o ombro?


Dor no ombro arrastada

Sente dor no ombro, mas nunca procurou se tratar ou outros tratamentos não resolveram.

Piora da dor 

Sentia uma dor no ombro e passou a Sua dor vem piorando nos últimos dias 

Limitação de movimento

Sente dor ao ponto de não conseguir executar movimentos do dia a dia como pentear cabelo ou colocar as mãos nas costas?


Diagnóstico de bursite ou tendinite de longa data

Possui esses diagnósticos por ressonância ou ultrassonografia mas sem melhora do quadro

Quem é o público alvo do Dr. Ronald Barreto?
Todo paciente que apresentar qualquer tipo de dor ou desconforto em joelho, quadril, coluna ou ombro.

HOMENS ENTRE 40 E 55 ANOS NAS SEGUINTES SITUAÇÕES:

-Lesões de cartilagem, meniscos ou ligamentos
-Artroses/condropatias iniciais
Sedentário que se lesiona quando vai fazer atividade física

MULHERES ACIMA DOS 50 ANOS APRESENTANDO:

Artrose e lesões em tendões de intensidade moderada a avançada
Dores de longa data em coluna, quadril e ombro.

Adultos e idosos com dores persistentes

Pessoas apresentando dores em joelho, coluna, quadril ou ombro de longa data, com histórico de uso de remédios ou fisioterapia mas sem melhora do quadro.
Conheça o trabalho do Dr. Ronald Barreto, MD, PhD
João da Silva
Olá sou Dr. Ronald Barreto, ortopedista e PHD no tratamento de artroses. Eu sou especialista em controle avançado de dor persistente. Sabe aqueles casos que a pessoa já fez milhões de sessões de fisioterapia, já tomou um monte de antiinflamatorios, e a dor não passou? Pois é, desses casos que eu gosto! Eu tenho direcionado uma vida de estudos e de prática no consultório pra resolver essas dores persistentes. E graças a uma abordagem mais completa sobre o paciente, conseguimos resolver até 90% dos casos sem cirurgia, e muitas vezes com melhoria da dor nos primeiros 7 dias de tratamento 
Entendo que o paciente precisa ser olhado como um todo. Muitas das vezes a dor na coluna tem como origem um processo inflamatório no ombro, ou uma dor no joelho ocorre por uma alteração no quadril e assim como esses dois exemplos existem vários outros, e se eu não olhar o paciente como um todo, avaliando toda a parte muscular, a parte nutricional, a parte hormonal, o sono e os hábitos desse paciente, corre o risco dele ficar bolando com essas dores persistentes grande parte da vida.